O dilema de um bígamo: o desfecho.

Leia a primeira parte da crônica
Leia a segunda parte da crônica

…  O bígamo foi para os braços da amante, diante dos olhos da própria namorada. Vai ser perdoado mais uma vez? Como diria um conhecido: Vamo aguardar!
_____________________

E não é que depois de mais ou menos dois meses esta história teve um final feliz? Bom… mas feliz apenas para a moça de Belo Horizonte.

Depois de pedirem um tempo no namoro, o casal finalmente se acertou e Kléber resolveu dar a maior prova de amor que tinha ao seu alcance, mas isso eu conto depois.

Enquanto aproveitava o tempo para colocar a cabeça no lugar, Kléber preferiu não encontrar a jovem paulista, e continuou visitando a casa da atual namorada. O sogro já não estava mais tão satisfeito com as atitudes e com o comportamento de seu genro,  mas mesmo assim não fechou as portas da sua casa para o rapaz.

Uma oportunidade. Era tudo que o jovem precisava para reatar o namoro e planejar os próximos anos de sua vida com a jovem mineira. Ele a levou para passar o final de semana no litoral paulista e após ouvir vários conselhos do seu tio Adilson, finalmente pôde dar a maior prova de amor para sua namorada: ele tinha em mãos, um passaporte que dava o direito de viajar pela América do Sul em 2010 com um[a] acompanhante. Essa viagem, o casal havia feito neste ano, mas não guardam boas recordações dela, pois no último roteiro, em La Plata, tiveram uma discussão que balançou demais o relacionamento.

Kléber parecia confuso, pois a jovem paulista o pressionara para acompanhá-lo na viagem, mas  preferiu não trocar o certo pelo duvidoso e com uma atitude corajosa e convicta, convidou a jovem mineira para refazerem o roteiro pelo continente. Para ele, esta é a melhor maneira de começar do zero e fazer no ano que vem, uma viagem inesquecível e sem imprevistos. E como se já não bastasse, ainda espera levá-la para conhecer as belezas de Abu Dhabi. Mas isso, por enquanto, são apenas planos.

O clima parece ser de lua de mel, mas tudo pode acontecer, afinal, neste relacionamento “o amor e o ódio andam bem próximos”.

FIM? Não sei…

– –

3 Respostas to “O dilema de um bígamo: o desfecho.”

  1. Jota Parana Says:

    Cara, achei demais a “historinha” do namoradinho das duas meninas. Os três se merecem… kkkkkk. Acho que essa novelinha romântica ainda terá novos capítulos, e nós daremos muitas risadas das trapalhadas, ppte do sograão.
    Aguardemos…

  2. hoje estou passando aqui curtindo um feriado.. entao vou conhecer mais o blog… deixando só um abraço aqui e vou conferir já o vídeos dos netos abaixo ..hehe
    abraço henrique

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: