Arquivo para novembro, 2009

Avô e neto falam sobre o futebol…

Posted in ** Meu Portfolio on novembro 24, 2009 by Henrique André

O futebol é conhecido como uma das maiores paixões brasileiras, e a identificação do esporte com o país atravessa gerações. Assista:

– –
Ricardo Miranda já rodou o país e o mundo por causa do futebol. Na época, anos 60 e 70, este esporte – que atualmente rende milhões para os jogadores profissionais – não era tão lucrativo, e as dificuldades para se manter eram imensas. Hoje, o senhor Ricardo, mesmo não tendo sido um jogador reconhecido nacionalmente, continua jogando futebol, na tradicional “pelada de final de semana”.

O seu neto, João Marcos, parece seguir os passos do avô e o acompanha sempre. João disse que sonha em ser jogador de futebol, e que quer dar uma Ferrari de presente para o seu pai. Sonho este, que é comum para milhões de crianças espalhadas por todo o país.

Afinal, “quem não sonhou em ser um jogador de futebol?”

* Essa matéria foi gravada como piloto [teste] para o documentário  “O sonho de jogar futebol”, dos alunos do sétimo período de jornalismo multimídia do Centro Universitário Una,  que será produzido em 2010.

Fogo amigo? Que nada! “É coisa do futebol”.

Posted in Esportes on novembro 19, 2009 by Henrique André

…o inimigo mora ao lado!
Que o futebol mexe com os ânimos dos jogadores todo mundo sabe. O que chama a atenção é quando jogadores do mesmo time discutem e partem pra briga. Assista.


– –

O primeiro lance aconteceu na partida entre Grêmio 2×0 Palmeiras, no Estádio Olímpico. Este jogo foi válido pela 36º rodada do Campeonato Brasileiro de 2009. Os jogadores Obina e Maurício, ambos do Palmeiras, se agrediram no término da primeira etapa e além do cartão vermelho, acabaram sendo demitidos da equipe paulista.

O segundo lance aconteceu na partida entre São Paulo 6 x 0 Fluminense, em 2002. Romário e Andrei, também companheiros de clube, se desentenderam e sairam no braço. E sabe o que o baixinho falou? “-É coisa do futebol, acontece”.

O terceiro lance aconteceu na partida entre São Paulo 2 x 0 Vitória, válida pela 35º rodada do Campeonato Brasileiro de 2009. Desta vez, foram os tricolores paulistas que perderam a cabeça. O zagueiro André Dias e o meia Hugo trocaram tapas, e o que surpreendeu foi a declaração do zagueiro: “- É coisa do futebol. Eu e o Hugo somos amigos”.

Um dos argumentos para justificar tais atos, é que a vontade de ganhar às vezes causa este tipo de reação nos jogadores. Agora, imagina se essa moda pega com todo mundo que quer vencer um jogo? Vai ser porrada nos vestiários, dentro do ônibus, nas concentrações… Calma aí gente!

Adilson e Roth: mantê-los em 2010?

Posted in Esportes on novembro 15, 2009 by Henrique André

Adilson Batista e Celso Roth , técnicos de Cruzeiro e Atlético, respectivamente, colocaram seus times no topo da tabela do Campeonato Brasileiro, mas…

adilson e roth

– –

Atlético

O Atlético começou o ano sendo treinado por Emerson Leão, e acabou sendo derrotado pelo Cruzeiro, de Adilson Batista, na final do Torneio de Verão, disputado no Uruguai. Na final do Campeonato Mineiro, mais uma derrota para o rival, uma delas, por 5 a 0. Na Copa do Brasil, o Atlético foi eliminado nos pênaltis pela equipe do Vitória. No primeiro jogo, 3 a 0 para a equipe baiana em Salvador-BA: isso foi a gota d´água para a diretoria demitir o técnico Leão e contratar Celso Roth. Em sua primeira partida como comandante do Galo, Roth foi feliz e o Atlético derrotou o vitória, no jogo de volta, por 3 a 0, levando a partida para os pênaltis. Na decisão por penais, o Atlético foi derrotado, mas a torcida reconheceu o esforço do “novo time”. No Campeonato Brasileiro, Celso Roth levou o Atlético ao G-4, mas nesta reta final, a equipe perdeu pontos importantíssimos e a cabeça do treinador já começa a ser pedida. O Galo foi derrotado pelo ex-lanterna Fluminense, no Maracanã, pelo Flamengo, adversário direto, no Mineirão, e pelo Coritiba, que briga para não ser rebaixado, no Couto Pereira. Nesta partida, o Atlético precisava da vitória a todo custo, e Celso Roth fez três substituições que indignaram o torcedor: Renan, Tcho e Pedro Paulo, no lugar de Jonilson, Ricardinho e Thiago Feltri. Ao longo do campeonato o Atlético também perdeu pontos valiosos, como na derrota para o Goiás, em pleno Mineirão, e empates com Botafogo e Santo André, também dentro de casa.

Cruzeiro

O Cruzeiro começou o ano conquistando o Torneio de Verão e o Campeonato Mineiro, ambos sobre o Atlético. A equipe celeste fez uma brilhante campanha na Taça Libertadores, mas viveu uma grande decepção: perdeu o título – de virada e dentro de casa – para a equipe do Estudiantes-ARG. Priorizando a competição intercontinental e deixando o Brasileirão para segundo plano, o Cruzeiro viveu uma longa “ressaca” após a derrota, e demorou demais para se recuperar no campeonato nacional. Mas com uma arrancada incrível, a equipe do técnico Adilson Batista encostou no G-4, e hoje está a um ponto do Atlético, o quarto colocado. Mas, assim como Celso Roth, o técnico Adilson Batista, não é unanimidade. O Cruzeiro também perdeu pontos importantíssimos. Foi derrotado pelo Fluminense, dentro de casa, de virada; Contra o Grêmio levou o gol de empate aos 46 minutos do segundo tempo, com um jogador a mais em campo, e no meio do Campeonato estava vencendo o Vitória, no Barradão, por 3 a 1 e nos últimos 5 minutos de jogo permitiu o empate; Contra o Avaí, em Florianópolis, acabou permitindo o empate também no último minuto. Após a reação, os torcedores do Cruzeiro começaram a apoiar o comandante, mas com essas oscilações, nem o próprio Adilson sabe se vai permanecer em 2010. Ele já disse várias vezes em entrevista, que vai decidir o seu futuro apenas ao término do Brasileirão.

… e pra você? Adilson Batista e Celso Roth devem permanecer em 2010?

Elizabeth: uma doçura de menina.

Posted in Esportes on novembro 12, 2009 by Henrique André

… da série: cada enxadada é uma minhoca.
Elizabeth Lambert, zagueira do time da Universidade do Novo México, nos Estados Unidos, definitivamente não é a favor do futebol arte…

– –

A Gazeta Online definiu a zagueira americana como “A Materazzi de saia”, se referindo ao zagueiro italiano, que também não costuma ser muito gentil com seus adversários. Apesar das bordoadas que costuma distribuir dentro de campo, Materazzi ficou marcado por um lance na final da Copa de 2006, entre França x Itália, quando ofendeu verbalmente o meio campo francês Zinedine Zidane e acabou levando uma cabeçada no peito.

Te cuida Marta!

O “lar doce lar” de Carlos Eugênio Simon.

Posted in Esportes on novembro 10, 2009 by Henrique André

… o homem que vive na geladeira.
O árbitro Carlos Eugênio Simon, que provavelmente representará o Brasil na Copa de 2010, parece que já está se preparando para enfrentar as baixas temperaturas que encontrará na África do Sul…
simon– –
Não entendeu?

Apesar de já ter apitado cinco finais de Brasileiros, três finais da Copa do Brasil, uma final da Copa dos Campeões, uma decisão do Mundial Interclubes, e de ser o provável representante brasileiro na próxima Copa do Mundo, a terceira de sua carreira, o árbitro Carlos Eugênio Simon foi, mais uma vez, “mais importante que o espetáculo”.

Após mais uma lambança em jogos decisivos, desta vez na partida entre Fluminense x Palmeiras, Simon foi mandado novamente para a “geladeira” [termo utilizado na gíria do futebol, quando o árbitro é afastado de suas atividades pela comissão de arbitragem].

Confira outras lambanças do gaúcho:
Fonte: Lancenet

Itália x Gana – Copa do Mundo 2006
Simon não foi duramente contestado apenas no Brasil. Em sua segunda Copa do Mundo, o gaúcho deixou de marcar um pênalti claro para Gana no duelo contra a Itália, quando o volante De Rossi derrubou Asamoah Gyan. A partida estava 1 a 0 para a Azzurra, que veio a marcar o segundo gol nos acréscimos.

Botafogo x Atlético-MG – Copa do Brasil 2007
Após empatarem sem gols no jogo de ida, os alvinegros carioca e mineiro decidiram no Maracanã uma vaga para as semifinais do torneio. O empate com gols classificaria o Galo. O jogo estava 2 a 1 para o Botafogo quando o zagueiro Alex Bruno derrubou o meia Tchô com um carrinho dentro da área nos acréscimos do segundo tempo. Sem qualquer tipo de obstrução no campo de visão e a poucos metros do lance, Simon ignorou a infração e mandou o jogo seguir, para o desespero e revolta dos atleticanos. O árbitro teve de sair escoltado do campo.

Libertad (PAR) x Estudiantes (ARG) – Libertadores 2009
Em lambança que gerou revolta nos paraguaios, Simon apitou um pênalti inexistente do zagueiro Samudio sobre Cristian Angeleri. A marcação provocou protestos do técnico do Libertad, Javier Corrente, que disse que o gaúcho “roubou” seu time e que a arbitragem havia sido “um desastre”. Simon foi cercado pelos jogadores após o duelo e quase foi agredido. (MAIS)

… eleito várias vezes o melhor do país, Simon é o retrato da péssima arbitragem brasileira..

E eles não param de dançar…

Posted in Esportes on novembro 8, 2009 by Henrique André

… três pra cá, dois pra lá.
Cruzeiro e Sport jogaram, ontem, pela 34º rodada do Campeonato Brasileiro, e como foi postado anteriormente aqui no blog, fizeram o jogo dos “3×2”. Com a vitória, a equipe mineira chegou aos 54 pontos e dormiu no grupo dos quatro primeiros colocados, e torce para o seu maior rival, o Atlético, vencer a equipe do Flamengo, para seguir no G-4. Veja os gols:

– –

Galo x Fla: de oitenta a dois mil e nove.

Posted in Esportes on novembro 7, 2009 by Henrique André

… está reacesa a chama da rivalidade!
Atlético-MG e Flamengo se enfrentarão no próximo domingo, pela 34º rodada do Campeonato Brasileiro. Mas, este não é um jogo comum…
fla x galo– –
A partida do dia 08 de novembro será importantíssima para as duas equipes, já que o vencedor pode garantir a permanência no grupo dos quatro primeiros colocados e, consequentemente, a classificação para disputar a Taça Libertadores em 2010, além de manter viva as chances da conquista do título do Campeonato Brasileiro. Prova da importância deste jogo, foi a venda dos ingressos: todos os 64.800 foram vendidos de maneira antecipada.

Entrentanto, não é a primeira vez que estas equipes fazem um duelo importante pelo campeonato nacional. Nos anos 80, Atlético e Flamengo constantemente se enfrentavam em jogos decisivos (1980/1987 pelo Campeonato Brasileiro; 1981 pela Libertadores) . Um deles, em 1980, foi a decisão do Campeonato Brasileiro. Uma partida com polêmicas de arbitragem – José Assis Aragão, árbitro da segunda partida da final, no Maracanã, expulsou o atacante Reinaldo, que reclamou de um impedimento inexistente, no momento em que o Atlético empatava por 2 a 2 com a equipe carioca e era o detentor do título – e que consagrou o Flamengo, campeão Brasileiro daquele ano. Um jogo que terminou 3×2 para o time da Gávea e que não saiu da memória dos atleticanos e nem dos flamenguistas, tanto pelos grandes times em campo, quanto pelos ingredientes da final.

Em 2009, 27 anos depois, as duas equipes voltam a fazer uma grande partida pelo Campeonato Brasileiro. O Flamengo de Raul ,Toninho Baiano, Rondinelli, Marinho, Júnior, Carpegiani (Adílio),  Andrade, Tita,  Zico, Nunes e Júlio César “Uri Geller”, agora é representado por Bruno, Leo Moura, Álvaro, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Maldonado, Willians e Petkovic; Zé Roberto e Adriano.

Já o Galo, de João Leite, Orlando (Silvestre), Osmar, Luisinho (Geraldo) e Jorge Valença; Chicão, Toninho Cerezo e Palhinha; Pedrinho, Reinaldo e Éder, será representado por Carini, Carlos Alberto, Werley, Benitez, Thiago Feltri, Renan, Jonilson, Corrêa, Ricardinho, Éder Luis e Diêgo Tardelli.

… não há dúvidas que não se pode comparar os times de Atlético e Flamengo dos anos 80 com os times de agora. Mas, que a rivalidade entre as duas equipes ganhará vida no domingo, disso ninguém pode duvidar.